sábado, 12 de abril de 2008

Feridas...


Vez por outra a vida nos prega umas surpresas. E nem sempre boas...E com ela isso estava se tornando cada vez mais constante. Já não aguentava mais viver com uma angústia que já tomava parte do seu corpo, todos os dias. Quando acordava, ela já estava ali dentro e mesmo ao dormir ela continuava se fazendo presente.O que achava mais impressionante era a capacidade de algumas pessoas viver tranquilamente, sem peso algum na consciência, mesmo sabendo quanto sofrimento causa ou já causou em vidas alheias.Será se era esse peso que ela estava sentindo? Será se ela foi capaz de ferir os sentimentos de um outro alguém? Não! Ela até poderia ferir alguém sem ao menos saber, mas nunca proposital e nunca se vangloriaria disso. Mas existem pessoas cruéis, que ferem e mesmo assim se comportam como se não devessem nem ao menos um pedido de desculpas... talvez sua dor fosse por ela ter sido a pessoa ferida. Isso sim ela tinha certeza de que havia acontecido. Ela se esforçara tanto para não ferir, só que não tinha como evitar ser ferida.Ser racional, por mais difícil que isso possa ser, é a solução mais adequada para reduzir a dor. Mas como ser racional? Como agir? Ela não tinha muitas certezas. Recorreu ao tempo, a Deus, a Bíblia, aos amigos e a força que sempre esteve ali, dentro dela. A força que muitas vezes fez questão de mascara-la ou não dar a importância devida, fingindo que ela não existia. Mas ela existia e cumpriu direitinho o seu papel!

"Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado. Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende... é assim que perdemos pessoas especiais."(Carlos Drummond de Andrade)

14 comentários:

kami! disse...

Sei bem o que é ser ferida por pessoas que não se dão nem conta disso, ou finjem que não!
Mais recorrer oao tempo é sempre bom, ele cura tudo!

Bjussssss

.linny disse...

nossa, ter uma feria no peito deve ser uma das maiores dores... vejo assim... a gente sempre aprende e segue em frente...

bjus

Ariana disse...

Realmenta a vida sempre nós prega surpresas diferentes a cada dia!

Belo post!

Adorei o teu blog!

Vou te linkar!

Beijo*

Sales_Root disse...

Pulando aqui, ali e acolá cai no seu blog.
Bacana
Sobre o post digo que temos que estar sempre fortes para os hipócritas e os que fingem cegos.
Voltarei de novo e, claro se permitir.
Abraços e força sempre

Booperfly disse...

Nossa, Nyse, que post maravilhoso! E essa citação de Drummond? Uau! Ah, roubei a imagem do coração ferido, mas qdo usar, te adrei os devidos créditos hehehe.
Que vc tenha uma semana produtiva e feliz!
Bjos,
Paulinha
http://www.booperfly.fairy-tales.com.br

Vida em Palavras disse...

Muito lindo o post!!! uma ferida no coração nos acompanha em todo momento, é triste, adorei a citação de Dummond caiu perfeito com seu texto. bjs

Pensamentos Soltos disse...

Perfeita a frase do Drummond!

Georgia disse...

Eu já feri e já fui ferida. Naqueles dias eles foram negros na minha vida e tudo o que eu queria é que o tempo passasse logo.

Beijao

Siebra disse...

Deus nunca, NUNCA mesmo deu um fardo maior do que a força que você tem.
Contio em ti, Nyse.
E te amo.
Sempre.

Better MAN disse...

Inegável que a vida nos prega peças. Não há como negar que, vez ou outra, acabamos machudados. Incomodados o tempo todo por uma dor que não quer passar. Ela pode ser um vazio de abandono, um telefone mudo pelo descaso ou um silêncio forçado de quem quer falar. Pequenos silêncios e outras coisas que não posso falar.

Por outro lado, acho bonito quem encara isso. Quem esquece o medo e mata essa dor no peito, que corre o risco, que se aventura. Essas pessoas sentem o verdadeiro gosto da vida.

Cedo ou tarde, uma coisa vai dar errado e você só tem duas opções nesta hora. Pode se fechar e deixar teu mundo cinza ou pode chorar a dor e mandá-la embora. A cicatriz nunca some, mas não vale a prevenção de nunca se contar.

Eu já sofri por feridas assim e não arredo o pé. Seja como for, cada minuto bom valeu a pena.

Sempre, sempre.
Beijo

» NaY « disse...

às vezes as respostas para o motivo das nossas angustias tá na nossa cara e a gente quem não quer ver...

Xerinhus
=***

Maria Flor disse...

Eita nyse,tu tocou num ponto delicado! Ai como é difícil passar ilesa por esta vida, sem ferir e sem deixar-se ferir! E o refúgio? Eu lembro-me de um valor cristão que carregarei por toda a minha vida: "Nunca faça com os outros o que não quer que façam com você." E Jesus Cristo nos deu a a maior prova de amor, ao pedir ao Senhor o perdão por aqueles que lhe faziam mal!

beijocas!

PS: Não é falta de coragem, mas sim respeito que aquela carta não terá um remetente!

BANDEIRAS disse...

Olá...
Pessoas especiais é espécie rara hoje em dia. Quem encontrou, achou um tesouro . O que devemos fazer é aprender a preserva-las como tal, eu por exemplo, estou no aprendizado ainda.
Um grande bj.

JANPITER disse...

Boa pergunta: Como ser racional?

E sei bem o que é passar por este tipo de situação... nunca passa.

beijo para ti